Cidades Criativas: os cinco desafios fundamentais.

Data de publicação >> 23/08/2017

Por Fernando Viana

Os gestores municipais precisam a começar a olhar para as suas cidades e enxergar como poderão restar e desenvolver a criatividade aplicada dos seus munícipes. Falo assim, porque ainda se acredita que a criatividade é um dom de muitos poucos, geralmente pessoas “alopradas” meio gênios meio loucos, mas na realidade não é assim. A criatividade é uma importante competência individual que pode ser resgatada e desenvolvida. Digo resgatada e desenvolvida porque o nosso ensino tradicional  mata a nossa criatividade individual na mais tenra infância. Fato comprovado por pesquisas científicas mundialmente reconhecidas e conhecidas.

Então quais seriam os caminhos mais esperados?

1º - É preciso entender e balancear as necessidades das comunidades artísticas, geralmente formadas por pessoas que querem que as coisas aconteçam rápido, da forma que desejam, esperam e almejam por espaços para divulgar os seus trabalhos, financiamentos e por ai vai; todavia, é preciso pensar também nas necessidades da cidade, tais como emprego, renda, turismo, limpeza, saúde, educação e muitas outras necessidades primárias.

2º - É comum vermos equipamentos culturais ou prédios públicos concentrados em determinadas áreas da cidade, geralmente as mais ricas ou as mais visíveis. É hora de acabar com isto. Nas cidades – realmente – criativas, existe um pouco de tudo em toda a cidade. Esse é um dos grandes trunfos e reduz a grande necessidade de mobilidade dos cidadãos.

3º - É preciso investir e distribuir projetos que estejam comprometidos com a cadeia de valor, ou seja, das necessidades dos artistas às necessidades de produção, exibição e distribuição.

4º - Definir políticas públicas que ofereçam incentivos para o crescimento e êxito, visando também garantir que as empresas criativas possam se desenvolver a atingir padrões nacional e internacionalmente competitivos.

5º - Criar mecanismos que envolvam e mobilizem os cidadãos para gerarem ideias e possam se manifestar de maneira simples, rápida e interconectadas.

Comentários

(*) Campos obrigatórios

Parceiros